Vagabond 26′ Bygg 2019-09-16T14:56:28-03:00

Project Description

Vagabond 26 Bygg

Nós ficamos muito orgulhosos quando somos convocados a participar de um projeto como o do poderoso Bygg, do comandante José Roberto Gurgel.

O Bygg é um veleiro Vagabond 26, projeto do designer Jacques Mertens da Boat Build Central (EUA). Em madeira, o Vagabond 26 foi idealizado para a construção amadora e tem o seu projeto à venda no site da empresa.

Gurgel optou pela aquisição do projeto e confecção própria do barco, pois isso lhe garantiria um barco extremamente robusto e de qualidade diferenciada. “O veleiro quando produzido em série, traz o fator custo-benefício, onde se considera a redução de peso e de material empregado, não que se prejudique a segurança, mas ele perde em robustez. Dessa forma, optei pela produção do barco de montagem mais artesanal, por cumprir com requisitos que eu gostaria que o barco tivesse, porém não encontrei no mercado” afirmou.

“O Bygg tem 26 pés e possui sistema de bolina e leme retrátil, facilitando a navegação em áreas de pouco calado. Um veleiro com essas dimensões e essas características, hoje não se encontra no mercado”.  Atualmente o Bygg é o único Vagabond 26′ feito no país, porém há outro em produção em Ubatuba (SP). E no mundo todo há um terceiro, este na Croácia.

A construção do Bygg teve início em Ubatuba (SP) de lé, veio para Osório (RS) onde teve sequência com um construtor naval de confiança de Gurgel que já havia construído seu veleiro anterior, este medindo 19 pés. Daí, o Bygg teve sua finalização realizada em Porto Alegre no Veleiros do Sul pela equipe Manotaço/Náutica Rímoli que cuidou da implementação do mastro e outras instalações. Dali, pode finalmente ganhar as águas do Guaíba. Para o mastro do Bygg foi escolhido o perfil 158mm com acabamento em branco.

“Já velejo há alguns anos, e a Manotaço sempre me foi referência no fator qualidade, tanto de serviços quanto de material. A opção pela construção amadora me permitiu determinar algumas coisas no projeto e uma delas foi que o barco não deteriorasse em momento algum, pela qualidade de material empregado. Como um veleiro robusto, ele necessitaria de uma mastreação ao nível dele, coisa que encontrei com o pessoal da Manotaço. Outra característica da Manotaço é que a equipe é composta por velejadores, então eles conseguem compreender as necessidades do proprietário e têm uma bagagem muito forte para auxiliar quanto a definições de material, instalação, eles possuem esse know-how. É inegável a procura por um pessoal dessa estirpe para quem quer qualidade na sua embarcação. Isso me fez optar pelo mastro da Manotaço”.

Que responsa! Ficamos agradecidos pelas considerações, comandante! O Bygg já está navegando, foi conduzido ao seu porto, de Porto Alegre a Tapes, pelo próprio comandante Gurgel que aguarda a melhora do clima com a chegada da primavera para desfrutar da sua nave.

 Bons ventos, Bygg!