Recuperação de mastro Delta 32 Pandorga 2019-11-20T01:18:17-03:00

Project Description

Recuperação de mastro Delta 32 Pandorga

Chegada do verão é tempo de deixar o barco em dia para aproveitar o máximo da temporada da melhor forma, que é navegando muito, certo? E uma revisão de mastro para entrar o verão com o barco em dia é bem importante. E aí, já revisou o seu?

Um exemplo do que as revisões podem revelar: o estaiamento do barco é de inox e o mastro é de alumínio. Ou se o mastro é feito em alumínio e as partes de fixação como a enora e o pé de mastro, são em inox. Com o tempo, o contato do inox com o alumínio resulta em problemas sérios, como eletrólise, gerando corrosão.

Foi o caso do Pandorga, um Delta 32 de Porto Alegre em que realizamos a recuperação do mastro, com troca de peças.

Embora o mastro antigo do Pandorga estivesse muito bom, ele apresentava pontos de grave avaria, já que o mastro antigo era de alumínio e o pé e a enora eram de inox. Na revisão, constatamos que o alumínio sofreu eletrólise com o contato das partes de inox com mastro de alumínio.

Então, projetamos uma luva na parte danificada pelo contato com a enora, que foi colada e aparafusada ao mastro.

Recuperamos a base do mastro onde houve corrosão com uma luva aparafusada e fizemos novo pé de mastro em alumínio com cobertura em hard coat para evitar novo problema de eletrolise.

Agora o Pandorga está tinindo, pronto para o verão! Boas navegadas, Pandorga!

E se você ainda não fez a sua revisão, entra em contato conosco e agende a sua!