Raji 420 2020-07-19T12:48:18-03:00

Project Description

Raji 420

Raji 420 leva mastro manotaço


O nordeste brasileiro é pródigo quando se trata da produção de catamarãs. Pois é na Bahia que tem origem o Raji 420, um projeto único, com uma grande história e com boas chances de expansão.

O projeto tem a assinatura dos sócios Augusto Brito e Manuel Correia. Velejadores experientes e amigos de longa data, Augusto e Manoel tiveram a ideia de construir um barco de cruzeiro que deveria comportar suas respectivas famílias, sendo confortável, espaçoso, de acordo com experiências e necessidades de ambos e unindo o que havia de mais avançado em um único projeto.

Diante da necessidade de um bom espaço e de segurança para a construção dos catamarãs, Augusto e Manuel acabaram por originar o Estaleiro Raji, já que construíam ao mesmo tempo dois barcos de 42 pés (um para cada, mas sem saberem qual seria para quem.

Nas obras vivas, o Raji traz a inspiração do projetista australiano de multicascos Lock Crowther, enquanto o convés e interior foi desenvolvida pela dupla e executada por profissionais da região de confiança. O plano de laminação foi elaborado pela Barracuda Advanced Composite, que supervisionou pessoalmente a infusão do primeiro casco.

A mastreação foi desenhada por René Hormazabal, da BHB Naval Architects após uma atenta pesquisa sobre uma extensa base de dados. Para a execução a Mastros Manotaço foi a eleita para fabricação as estruturas, enquanto as velas foram desenvolvidas respectivamente pela North Sails (Seu Gugu) e Cognac Velas (Skipper).

Foram cinco anos de construção até que em agosto de 2015 os Rajis 420 Seu Gugu e Skipper ganharam o mar, para a felicidade dos sócios Augusto e Manoel e também de todos os profissionais que tiveram a alegria de participar deste projeto.

“Os Rajis superaram a nossa expectativa de longe. De tudo que projetamos e idealizamos para eles” classificou Augusto, que tem o objetivo de em breve multiplicar a presença desse barco inovador pela costa.